Deixo a vida me despedaçar em sorrisos, lágrimas, abraços, partidas, esperas, chegadas, esperanças renascidas.
Sou retalho alinhavado pela poesia.


Renata Fagundes


"... sejamos delicados e se necessário for, cruelmente delicados..." Affonso Romano de Sant'Anna









31 de janeiro de 2011

Sem medo de sentir

Foto: Renata Fagundes





"Que eu não me encabule jamais
por sentir ternura."


Ana Jácomo










14 comentários:

  1. Ahh por vezes me senti assim, encabulada!

    Desisti..

    beiJO por aqui tambémmmm... rsrs

    ResponderExcluir
  2. Lindaa *.*

    Tem selo no meu blog pra você!

    ResponderExcluir
  3. deixei um presentinho pra vc no meu blog... vai la pegar... bjs c cuida...

    ResponderExcluir
  4. Ah que linda Ree!

    Acabo de criar dois selinhos, e com todo carinho de indico o selinho:
    seu blog eh um encanto

    http://meeucantinho.blogspot.com/p/que-tudo-o-que-mais-lhe-importa.html

    Bjs minha querida, tenha uma semana abençoada!!

    ResponderExcluir
  5. Re ouve um probleminha, mas ja concertei!

    agora vai rs,s
    passa la depois pra pegar, como eu bloqueio a pagina do blog,
    clica na imagem e arrasta pro seu desktop, bjss minha querida.

    http://meeucantinho.blogspot.com/p/que-tudo-o-que-mais-lhe-importa.html

    ResponderExcluir
  6. muito lindo seu blog... as sitações... os autores...

    adorei.

    super beijo

    ResponderExcluir
  7. Rê, seu blog é muito fofo!

    beijo.

    ResponderExcluir
  8. Hoje tem marmelada....

    E a palhacinha o que faz?

    Rouba o poeta e não devolve mais!!

    ResponderExcluir
  9. A verdadeira ternura é atrevimento de não encabular-se...

    ResponderExcluir
  10. Vc está simplesmente linda...

    beijos no coração, boa semana!!

    ResponderExcluir

Coisa boa de chamego