Deixo a vida me despedaçar em sorrisos, lágrimas, abraços, partidas, esperas, chegadas, esperanças renascidas.
Sou retalho alinhavado pela poesia.


Renata Fagundes


"... sejamos delicados e se necessário for, cruelmente delicados..." Affonso Romano de Sant'Anna









6 de dezembro de 2010

Trazendo luz




"...e um vaga-lume
lanterneiro que riscou
um psiu de luz..."

Guimarães Rosa




2 comentários:

  1. Que você saiba sempre aproveitar a luz. Nunca perca oportunidade de iluminar.

    Bjs de estrelas com lua de mel!

    ResponderExcluir

Coisa boa de chamego