Deixo a vida me despedaçar em sorrisos, lágrimas, abraços, partidas, esperas, chegadas, esperanças renascidas.
Sou retalho alinhavado pela poesia.


Renata Fagundes


"... sejamos delicados e se necessário for, cruelmente delicados..." Affonso Romano de Sant'Anna









27 de janeiro de 2011

A delícia de ser ridículo







"Duas coisas acontecem quando a gente se apaixona:
Você fica ridículo, mas muito corajoso.
Isso, porque é preciso uma boa dose de coragem para ser tão ridículo"


Adélia Amaral











10 comentários:

  1. Concerteza, os apaixonados são totalmente bobos...


    beijo.

    ResponderExcluir
  2. Pinta a face de coragem
    "representando o papel do palhaço do amor".
    Abraçocas!!!

    ResponderExcluir
  3. É verdade, mas é tão bommm

    Posso até ver você rindo: Porrrrrque??? ;)

    Amu

    ResponderExcluir
  4. Adorei!
    Realmente... A paixão nos fortalece, nos cega... Somos capazes de fazer qualquer coisa...
    Ficamos ridículos, porém amando... (:

    Beeijos,
    Marcella

    ResponderExcluir
  5. no amor vale tudo... até ser ridiculo...

    como diz uma frase da tati bernardi: "Vence quem passa por essa vida rindo. E se o preço que se paga por ser um pouco feliz é ser
    um pouco idiota, dane-se."

    ResponderExcluir
  6. Que verdade encantadoramente ridícula...rsrsr Beijo, Rê.

    ResponderExcluir
  7. COncordo plenamente com vc!

    beijo!

    ResponderExcluir
  8. Um recadinho pequenino e tão grande dica, interessante por veses não é necessário escrever muito para deixar gdes recados, pra vc bjos, bjos e bjosssssssssssssss

    ResponderExcluir
  9. E é tão bommmmmmm ser assim, ridiculo!

    Rê, coisa mais lindaaaaaa aqui, ufa!!

    Um abraço com saudade!

    ResponderExcluir

Coisa boa de chamego