Deixo a vida me despedaçar em sorrisos, lágrimas, abraços, partidas, esperas, chegadas, esperanças renascidas.
Sou retalho alinhavado pela poesia.


Renata Fagundes


"... sejamos delicados e se necessário for, cruelmente delicados..." Affonso Romano de Sant'Anna









23 de março de 2011

Audácia em cor








EU SOU VERTICAL

Mas não que não quisesse ser horizontal. Não sou árvore com minha raiz no solo sugando minerais e amor materno, para a cada março refulgir em folha, nem sou a beleza de um canteiro colhendo meu quinhão de Ohs e me exibindo em cor, desconhecendo que me despetalo em breve.
Comparados a mim, uma árvore é imortal e um pendão nada alto, embora mais assombroso.
O que eu quero é a longevidade de uma e a audácia do outro.



*Trechos de Os Diários de Sylvia Plath 1950-1962:*








9 comentários:

  1. Como se faz pra conseguir esse equilíbrio??

    ResponderExcluir
  2. Somente a experiência de vida é capaz de realmente nos dar equilibrio, nada como tempo pra nos ensinar a equilibrar as coisas na nossa vida.

    ResponderExcluir
  3. Também quero saber como faz para conseguir o equilíbrio..
    Beeeeeijos sua liinda!

    ResponderExcluir
  4. Por o melhor de tudo nos dois lados da balança.

    Beijos em equilíbrio. ;)

    ResponderExcluir
  5. linda escolha! esses diários de Sylvia Plath são muito bons, embora em alguns momentos são um tanto angustiantes, mas em grande parte muito revela[dor] e encanta[dor]

    Bj

    G

    ResponderExcluir
  6. Olá adorei teu blog, lindo mesmo. Parabéns. Fique a vontade para fazer uma visitinha ao nosso “Alto-falante” e seja mais um membro. Você é nosso convidado especial. http://poetarenatodouglas.blogspot.com/.
    Um grande abraço!

    Renato Douglas!

    ResponderExcluir
  7. ten selinho pro'c querido seguidor!
    obridada pela honra!

    boa semana e bjs pro'c!!!

    !!!
    http://osilenciodaspalavrass.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Perfeito esse textinho hein...
    Muiito bom mesmo..
    *--*

    ResponderExcluir

Coisa boa de chamego