Deixo a vida me despedaçar em sorrisos, lágrimas, abraços, partidas, esperas, chegadas, esperanças renascidas.
Sou retalho alinhavado pela poesia.


Renata Fagundes


"... sejamos delicados e se necessário for, cruelmente delicados..." Affonso Romano de Sant'Anna









15 de dezembro de 2010

Descoberta




"Com sua disciplina indisciplinada, os amantes são seres diferentes e o ser diferente é excluído porque vira desafio, ameaça.

Se o amor na sua doação absoluta os faz mais frágeis, ao mesmo tempo os protege como uma armadura. 

Os apaixonados voltaram ao Jardim do Paraíso, provaram da Árvore do Conhecimento e agora sabem"

Lygia Fagundes Telles






5 comentários:

  1. Nada mais certo, dispensa complementos.

    Abraço pra tirar o folego.

    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Uma leitura que me ensinou mto!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. uau! Eu nao conhece cantinhotm! E aproveito e aproveto e deixo um mimo nomeu blog pra ele! bjuss

    ResponderExcluir
  4. Tem outro selinho para vc no meu blog.
    Bjs!
    Lu

    ResponderExcluir

Coisa boa de chamego