Deixo a vida me despedaçar em sorrisos, lágrimas, abraços, partidas, esperas, chegadas, esperanças renascidas.
Sou retalho alinhavado pela poesia.


Renata Fagundes


"... sejamos delicados e se necessário for, cruelmente delicados..." Affonso Romano de Sant'Anna









18 de janeiro de 2011

Todos os sentidos











"Daquilo que eu sei
Nem tudo me deu clareza
Nem tudo foi permitido
Nem tudo me deu certeza...

Daquilo que eu sei
Nem tudo foi proibido
Nem tudo me foi possível
Nem tudo foi concebido...

Não fechei os olhos
Não tapei os ouvidos
Cheirei, toquei, provei


Ah Eu!
Usei todos os sentidos
Só não lavei as mãos
E é por isso que eu me sinto
Cada vez mais limpo!"


Música: Daquilo que eu sei
Ivan Lins










.

10 comentários:

  1. Ivan Lins, adoro ele
    Adorei seu blog
    Vou seguir
    se pod retribuir
    Um grand bjo

    ResponderExcluir
  2. Somente usando todos sentidos sabemos o que é viver, somente usando todos sentidos, sei o verdadeiro gosto de você.

    Beijos deliciosos.

    ResponderExcluir
  3. Que música linda minha querida.

    Tudo por aqui é sempre lindo, e tão delicado.
    Amo esse seu espaço.

    Bjss

    ResponderExcluir
  4. Estou Seguindo, é claro que amei o seu cantinho mais lindo *--* parabéns

    ResponderExcluir
  5. Uma graça seu blog *--*

    seguindo aqui :*

    ResponderExcluir
  6. Querida tem um selinho para vc lá no meu blog!
    Espero que goste!

    ResponderExcluir
  7. Juntei tudo aquilo que eu sei e descobri que nada sei!

    Lindo como sempre!!!


    Beijo Doce

    ResponderExcluir

Coisa boa de chamego